Poda de árvores no condomínio: quais os cuidados necessários?


Árvores renovam e purificam o ar, embelezam o ambiente, abrigam os pássaros e nos aproximam da natureza. Um condomínio fica muito mais bonito e agradável com a presença de árvores. Se forem árvores frutíferas então, o benefício será ainda maior. Importante tomar todos os cuidados que elas requerem e dar uma atenção especial aos períodos em que deve ser realizada a poda de árvores.

 

Poda e derrubada de árvores são regulamentadas por lei

poda de árvores no condomínio autorização regulamentação

Pode haver alguma variação, mas todos estados e municípios têm uma legislação específica sobre o corte ou poda de árvores, seja em locais públicos ou em condomínios. Então, antes de sair cortando as árvores, é necessário se informar dos procedimentos corretos.

Normalmente é feita uma solicitação junto ao órgão competente (a Secretaria do Meio Ambiente, por exemplo, ou equivalente), através do preenchimento de um formulário, da apresentação da ata de assembleia na qual os moradores autorizam a poda, e dos documentos do condomínio. Depois disto, uma equipe especializada vai até o condomínio para fazer a vistoria no local e autorizar o corte necessário.

Veja:

Uma empresa especializada em realizar cortes e podas de árvores deve ser contratada para realizar este serviço. Além de contar com o equipamento adequado, seus profissionais saberão aplicar todas as normas de segurança para que o serviço não apresente riscos aos moradores.

 

Como fazer a poda de árvores:

poda de árvores no condomínio autorização como fazer

  1. Existe uma época certa para fazer a poda das árvores. O ideal é que seja no inverno, entre os meses de maio e agosto de cada ano, que é quando normalmente as árvores perdem as folhas e estão longe do período de floração e frutificação.
  2. A fase da lua e o período do dia também influenciam no efeito da poda. Na lua minguante, a seiva da árvore fica mais nas raízes, evitando a saída de muita seiva durante a poda. A poda no período da tarde faz com que a árvore tenha o frescor da noite. E a ausência do sol serve para ela se recuperar.
  3. Vale observar, também, se existem “moradores” nas árvores. Ninhos de pássaros com ovos ou filhotes devem ser preservados sempre que possível.
  4. A árvore deve ser podada de forma a facilitar o crescimento e a boa formação dos galhos. Podas exageradas podem comprometer a estrutura e o crescimento da árvore e até mesmo matá-la.
  5. Para que a árvore cresça reta e alcance boa altura devem ser podados os galhos laterais e moldada a copa.
  6. Mais de um tronco na mesma árvore significa que está mal formada e em desequilíbrio. Deve ser mantido apenas um tronco. O outro deve ser podado para que ela possa se desenvolver de maneira harmoniosa.
  7. Todos os ramos secos ou que apresentam algum problema, como aparência de doente, devem ser podados preservando, assim, a saúde da árvore.

 

A importância da poda de árvores frutíferas:

poda de árvores frutíferas no condomínio autorização como fazer

Em árvores frutíferas a poda é muito importante, pois além de deixar a formação da árvore com melhor aparência, estimula o crescimento e aumenta a produção de frutas.

Vale levar em consideração alguns tipos de poda para árvores frutíferas:

  • Poda de formação, que é aquela onde os galhos são cortados de maneira a deixar maior espaço entre eles para que haja passagem do sol e ventilação, garante melhor desenvolvimento dos frutos.
  • Poda de limpeza é aquela onde são retirados galhos secos, brotos e excessos, para permitir que a árvore se alimente melhor dos nutrientes do solo.
  • Poda verde retira o excesso de folhas.

 

É indispensável seguir sempre as normas de segurança, o uso correto de equipamentos adequados e fazer a poda em etapas, evitando assim acidentes.

Cuidar das árvores do condomínio é uma forma de garantir a beleza do jardim, valorizar o imóvel e levar bem-estar aos moradores.

 

Gostou do texto? Veja também a resposta para 10 perguntas frequentes sobre condomínios!