Plano de ação do síndico: 3 aspectos que devem constar


O plano de gestão do síndico deve conter todas as ações que engloba uma boa administração, bem como todo plano de ação do síndico, facilitando seu dia a dia, e apresentando ótimos resultados.

 

Afinal, se é verdade que cargo de síndico é tão importante por acumular muitas responsabilidades, com certeza também é verdade que ele deve ter um método de organização para que tudo saia o melhor possível na sua gestão.

Tanto para a Comissão Fiscal, quanto para todos os outros condôminos.

 

Plano de gestão do síndico: Organização

 

O síndico, juntamente com moradores, funcionários e proprietários podem desenvolver um método de organização que abranja cada item de sua gestão.

Este plano de gestão tem sempre a finalidade de tornar o trabalho mais fácil e garantir o acesso de todos às informações e dados da vida condominial.

 

Este trabalho, também chamado de plano de ação do síndico, pode até ser estabelecido como uma proposta de candidatos ao cargo.

 

Independentemente da forma como for elaborado o plano, é preciso conhecer bem o passado do condomínio, inclusive os problemas enfrentados pelas gestões anteriores.

 

A partir daí começa a definição dos seguintes tópicos:

 

  • Problema;
  • Objetivo;
  • Metas;
  • Soluções possíveis;
  • Responsabilidades;
  • Custos;
  • Prazos para a conclusão das ações.

 

Plano de ação do síndico: 3 aspectos que devem constar

1. Inteiração sobre a situação do condomínio

plano de ação do síndico

 

A inteiração sobre a situação do condomínio é a etapa inicial do plano.

É quando se avalia o estado das diversas áreas.

Pode ser chamada de “situação atual”.

 

  • Primeiramente, avalia-se a posição financeira. Existem débitos pendentes ou superávit? A gestão anterior fez a devida previsão orçamentária? Qual o saldo do fundo de caixa?

 

 

  • E o sistema de comunicação, como está? É necessário atualização? Esse item é muito importante para o máximo grau de entendimento entre todos.

 

O ideal é não cumprir estes estágios de forma individual, tentando pensar em soluções para tudo ao mesmo tempo.

O melhor é ouvir, se informar com os moradores e funcionários sobre os problemas e ideias de soluções, sempre mantendo a comunicação com todos os envolvidos.

2. Definição de objetivos e metas claras

plano de ação do síndico

 

Estando atualizado sobre a posição das dificuldades que o condomínio enfrenta, é hora de organizar os problemas estabelecendo prioridades e objetivos reais para contorná-los, montando um plano de ação.

 

Assim, por exemplo:

 

  • Problema: Custo demasiado alto nas contas mensais de água;
  • Objetivo: Reduzir consumo;
  • Metas: Redução do consumo em 20% nas áreas comuns;
  • Solução prevista: Implantar um captador de água da chuva e aproveitá-la para lavagem dos pisos, banheiros dos funcionários, entorno da piscina, etc.
  • Responsabilidades: Síndico, conselho fiscal, moradores e empresa terceira a ser contratada;
  • Custos: R$ XX,XX;
  • Prazos para a conclusão das ações: 4 meses.

 

Repare que é importante definir grandezas nas metas e nos prazos, ou seja, no nosso exemplo: 20% e 6 meses.

 

Depois, estabeleça um relatório onde para cada meta, são colocados os resultados alcançados.

Quando houver resultado não alcançado, relatar plano de ação para reverter a situação.

 

3. Divulgação do planejamento

plano de ação do síndico

 

Agora chegou a hora H.

Não adianta fazer tudo isso e arquivar o planejamento.

 

Esse plano de ação feito com todo cuidado e cheio de detalhes tem que ser divulgado e seguido por todos os condôminos e conselho fiscal.

Assim, todos ajudam em sua efetivação.

 

Use e abuse dos meios de comunicação: circulares, avisos nos elevadores, e-mails, sites, etc.

Aproveite quando enviar emails, por exemplo. Mande junto resultados de pesquisas, planilhas de receitas e despesas e outros dados e documentos que atestem a veracidade das informações.

 

Aproveite as assembleias para retorno da opinião de todos sobre esse material.

 

Transparência e valorização

plano de ação do síndico

 

Devido às inúmeras responsabilidades que envolvem o cargo de síndico, quanto maior transparência tiver seu trabalho, melhor será o resultado obtido.

 

Por isso, a importância de sempre compartilhar com os outros responsáveis todas as ações inerentes ao cargo.

Só assim o seu trabalho será valorizado e aprovado.

 

Seja você síndico ou condômino, acompanhe sempre nossos artigos com mais informações indispensáveis sobre as responsabilidades do síndico.