Tudo sobre condomínio para idosos


Como avanço da medicina e de outras ciências, a expectativa de vida aumenta a cada ano. E faz com que as pessoas que fazem parte da chamada terceira idade possam viver por mais tempo com mais saúde e qualidade de vida. Isto é principalmente verdade se for possível morar num condomínio para idosos. Hoje vamos ver o que é e como funciona um condomínio para terceira idade.

 

De acordo com dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística -, o número de pessoas com 65 anos ou mais deve beirar algo em torno de 60 milhões, 27% do total, por volta do ano 2060.

 

Individualidade, privacidade e independência

condomínio para idosos terceira idade

Diante disso, serão necessárias cada vez mais opções de moradias específicas para idosos. Já foi o tempo em que após vários anos de trabalho, os aposentados se resignavam a ir morar com alguns dos filhos e por eles serem cuidados.

 

Hoje em dia, eles fazem questão de manter a individualidade, a privacidade e sua independência. Os filhos, por sua vez, cada vez mais ocupados, também têm maior dificuldade em abriga-los.

 

É nesta realidade que vem surgindo um novo modelo de moradia: o condomínio para idosos. Ele vem se tornando cada dia mais acessível para uma parcela significativa da população.

 

Num exclusivo condomínio para a terceira idade, os idosos podem morar com tranquilidade e conforto. Sem precisar se preocupar com empregadas, cuidadores, encanadores, eletricistas, fisioterapeutas e até atendimento médico. Essse serviços são realizados por uma equipe de profissionais que atende todo o condomínio, rateando os custos entre todas as unidades.

 

Além disso, eles convivem com outras pessoas de idade e ainda têm à disposição várias opções de lazer e entretenimento. Interessante, não é mesmo?

 

Condomínio para idosos: Uma vila com saúde e atividades culturais

condomínio para idosos terceira idade

Claro que, como em todo tipo de moradia, também no condomínio para idosos, há uma grande variedade de tamanhos, localização, infraestrutura e, principalmente, preços. Quanto mais opções de conforto e praticidade, mais onerosa fica a moradia.

 

Em sua grande maioria, os apartamentos são de tamanho pequeno com um quarto, cozinha, banheiro e uma pequena sala de estar. O que realmente importa não é mais o tamanho das acomodações em si, mas sim o que o condomínio oferece em termos de serviços e atividades socioculturais. Geralmente, eles oferecem:

  • Piscina para hidroginástica;
  • Salas para fisioterapia;
  • Espaço para aulas de artesanato e/ou música;
  • Salão de jogos;
  • Sala de TV.

 

Quanto maior o número de opções, menor o número de clientes devido ao encarecimento do sistema.

Leia também:

 

Para os que sempre viveram em casas e imaginam que não se adaptariam a viver em apartamentos, também pode-se achar condomínio para idosos em empreendimentos térreos. É como se fosse uma vila de casas, somando-se a todas as utilidades citadas, também áreas verdes para passeios e contato com a natureza.

Saiba mais:

 

Demanda crescente estimula novos negócios

condomínio para idosos terceira idade

Sejam do tipo que forem, a certeza é que com a crescente demanda, os condomínios para terceira idade vêm sofrendo adaptações no seu conceito. Desta forma, têm surgido novos negócios no setor para tornar esta opção cada vez mais acessível para todos os bolsos.

 

O que não pode mudar é o fato de atender às necessidades especiais dos idosos. Para garantir a acessibilidade e a mobilidade, se torna necessário:

  • Portas e corredores largos;
  • Box de banho com apoiadores e de um bom tamanho para que se possa, inclusive, movimentar-se com cadeira de rodas;
  • Pisos sempre antiderrapantes;
  • Móveis que atendam padrões de segurança;
  • Ausência de escadas e degraus;
  • Localização próxima de pronto-socorro e hospitais.

 

Facilidades também fora dos condomínios para terceira idade

condomínio para idosos terceira idade com enfermeira

Ainda levando em conta a maior expectativa de vida desse nicho de clientes, atualmente as grandes e importantes incorporadoras estão inovando. Elas oferecem algumas facilidades nos lançamentos de imóveis, por exemplo, disponibilizando que alterações possam ser feitas nas unidades ainda na planta para atender as especificidades dos idosos.

 

Agora que você já sabe o que são e como funcionam os condomínios para idosos, continue se atualizando sobre assuntos condominiais lendo nossos artigos!