regras de etiqueta no condomínio

Regras de etiqueta no condomínio

Definir regras de etiqueta no condomínio pode facilitar muito a convivência, sabia? Veja nossas dicas!

As relações humanas são complexas. Se não houver alguns sinalizadores de como agir, o que falar e como se comportar em comunidade, o alto índice de conflitos será inevitável. Por isso que existem regras de etiqueta no condomínio.

São uma maneira de organizar a convivência das pessoas.

8 regras de etiqueta no condomínio

cartilha com regras de etiqueta no condomínio

É comum ouvirmos: o que vale é o bom senso de cada um.

Porém, somente este aspecto não é suficiente para garantir a harmonia.

Afinal, o bom senso também varia de morador para morador.

Então, vamos às regras principais.

  1. Na vida condominial, há a presença de diversos funcionários, interações com o síndico e administradora, além dos prestadores de serviços, visitantes, etc. É preciso zelar para que essa convivência seja sadia. O desafio para que essa engrenagem rode bem é grande. Mas possível. 
  2. Uma das regras de etiqueta no condomínio refere-se ao uso das áreas comuns. Os usuários dos espaços devem fazer o máximo para evitar mal entendidos e egoísmo. 
  3. O respeito aos horários de utilização e os devidos cuidados quanto à limpeza são essenciais. Ninguém quer reservar uma churrasqueira ou o salão de festa e encontrá-los sujos e sem condições de uso. 
  4. As garagens também são pontos de atenção (ver mais informações no capítulo abaixo sobre a cartilha de etiqueta em condomínios).
  5. O uso dos elevadores por crianças, idosos e visitantes deve seguir as estipulações de capacidade de peso e número de pessoas, além das exigências de segurança. 
  6. Se colocar sempre no lugar do outro parece fácil, mas não é. A empatia é fundamental pra enfrentar as mudanças, reformas, manutenções e outras obras nos apartamentos ou fachada do prédio que também são alvo de muitas reclamações. É o famoso mal necessário. 
  7. Os fatores que mudam a rotina do condomínio devem ser primeiramente informados ao síndico. É papel dele fazer com que o regimento interno seja cumprido, seja sobre horários ou outros itens fundamentais para que essas ocorrências atrapalhem o mínimo possível a vida condominial. 
  8. Festas barulhentas, gestão do lixo, circulação de visitantes, reuniões de condomínio, assembleia e delivery complementam a lista das principais regras de etiqueta no condomínio.

Como criar e divulgar uma cartilha de etiqueta em condomínios?

normas e regras de etiqueta no condomínio

O ideal é montar um folheto que descreva algumas dicas sobre postura, comportamentos e regras de etiqueta e boa educação para todos.

O melhor jeito é dividir o conteúdo por temas como:

Além destes, junte outros que fazem sentido de forma específica no seu condomínio.

Ai, basta criar tópicos para cada um dos assuntos, como nos exemplos abaixo:

regras de etiqueta no condomínio

BARULHO: Psiu!

  • Pratique as normas de silêncio previstas no Regimento Interno;
  • Você não mora em uma ilha. Mesmo em horários permitidos, evite andar de saltos altos, pular, arrastar móveis e outros gestos que impactem a vida do vizinho de baixo;
  • Se der uma festa, lembre aos seus convidados que música alta ou gargalhadas na varanda impedem o descanso dos demais moradores;
  • Se você tem filhos pequenos, os vizinhos não são obrigados a ouvir gritos, choradeiras e brincadeiras pra lá de animadas depois das 22h. Tente controlá-los. 

GARAGENS: Calma nessa hora!

  • Não se esqueça de devolver sempre o carrinho de supermercado ao local de origem. O vizinho pode ser o próximo a precisar!
  • Vaga de garagem não pode servir de depósito para objetos que você não usa mais, nem mesmo sua bicicleta. O carro é o único “morador” de sua vaga; 
  • Respeite sempre os limites de velocidade sinalizados nas placas de orientação. E nunca buzine ou use a vaga alheia;
  • Dobre e redobre atenção nos retrovisores. Crianças podem surgir correndo inesperadamente. Cuidado!
  • Está saindo ou entrando? A preferência é sempre de quem está chegando. Não finja que não viu e evite acidentes!

Percebeu como uma linguagem leve e o tom informal podem ajudar na conscientização e mudança de atitudes de todos?

Agora, basta imprimir em papel e deixar um exemplar da cartilha de etiqueta em condomínios para cada unidade. 

Agora, compartilhe este artigo nas suas redes sociais. Gentileza gera gentileza!

Conteúdo similar