Prós e contras do livro de ocorrências do condomínio


Sejam pequenos ou grandes, os condomínios possuem uma rotina agitada, dado o grande número de interesses que é administrado nesse conjunto de pessoas. Para que a gestão se dê da melhor forma, uma boa comunicação é primordial. Um item importante relativo a ela é o livro de ocorrências. Saiba um pouco mais sobre ele e quais suas vantagens e desvantagens.

 

Livro de ocorrências

O Livro de Ocorrências é uma ferramenta utilizada para a comunicação do condomínio. É uma espécie de registro geral de todos os acontecimentos, de várias naturezas, como:

  • Reparos e ajustes necessários no prédio;
  • Registro de desentendimentos entre moradores;
  • Registro de comportamentos indevidos e reclamações;
  • Recado de funcionários, dentre outros.

Ele pode ser utilizado pelo síndico, pelos moradores e pelos funcionários do condomínio. Vale destacar que cada anotação deve ser assinada, para evitar denúncias anônimas e possíveis confusões.

Apesar de não ser um livro obrigatório, ele é eficaz para o registro de sugestões e reclamações, e, por isso, é importante para que o síndico saiba os desejos dos condôminos. Caso queira retirá-lo da vida condominial, deve comunicar o fato em assembleia.

 

livro de ocorrências do condomínio

Vantagens de se ter um livro de ocorrências

O livro de condomínio tem múltiplas funções, como dito acima, e é benéfico para moradores, funcionários e síndicos. A primeira vantagem é ser um canal de comunicação que dá conhecimento a todos do que se passa no condomínio. Qualquer acontecimento relevante consta no documento, ao qual todos têm acesso.

Por este motivo, o livro de ocorrências se torna um importante meio de publicidade e transparência da administração. O síndico publica a vida condominial nele e, em geral, o acompanha para saber das reclamações e sugestões, podendo respondê-las por ele mesmo. Saiba mais:

Outra vantagem relevante é o fato de as informações contidas no livro servirem de subsídio para que o síndico ou administradora do condomínio tomem atitudes a respeito de advertências, multas, manutenção e outros assuntos. As informações são, assim, relevantes para a gestão e para aproximar o síndico na solução de problemas com condôminos.

Por fim, por ser um documento importante no registro da vida condominial, serve também como prova judicial. Disputas relacionadas a barulho entre vizinhos ou condutas indevidas são comuns na justiça, e o livro de ocorrências possui anotações a respeito.

 

Desvantagem do livro de condomínio

O caráter democrático do livro de ocorrências é benéfico ao condomínio, porém, em muitos casos, se configura como sua maior desvantagem. Por ser um livro aberto a todos, pode causar muitos transtornos, se não for bem administrado. Já se teve notícia de ofensas e discussões que se deram por meio do documento, o que virou até caso judicial.

Ou seja, a publicidade que ele confere pode ofender a privacidade das pessoas envolvidas na vida condominial.

Por este motivo, muitos síndicos estão substituindo o livro de ocorrências por outras formas de comunicação mais tecnológicas, como grupo de e-mails, site do condomínio, grupos e conversas por aplicativos de mensagens (Whatsapp) e redes sociais.

 

O importante é que haja uma atuação eficaz na solução de conflitos, respeitando a privacidade de condôminos e moradores e evitando possíveis desentendimentos.